Sustentabilidade na prática em escolas: uma ação sistêmica!

Falar de sustentabilidade na escola, todo mundo fala, mas fazer acontecer é outra história. É preciso mudar práticas e hábitos de funcionários, alunos e até pais. É todo um sistema que precisa aprender e agir diferente. Nós sabemos que a escola é uma extensão importante das nossas casas, então fomos atrás daquelas que estão mudando de verdade. Foi assim que topamos com o pessoal da Reconectta. Veja como eles fazem!

O que é?

A Reconectta se propõe a trabalhar de forma prática com todos os públicos da comunidade escolar: alunos, professores, equipe de suporte e pais e, dessa forma, modificar também o sistema de gestão ambiental da escola.

Como fazem?

Com os alunos, por exemplo, a ideia é relacionar a sustentabilidade às matérias, dando um caráter bem prático aos novos conhecimentos. Que tal aprender a geometria a partir de práticas de bioconstrução? Ou aprender ciências fazendo uma horta? Ou mesmo cuidar do ciclo da água aprendendo como ele acontece... na própria escola?

Outro exemplo: no programa Mãos que cuidam, a equipe de suporte da escola, da secretária ao faxineiro,  conversa sobre as formas de lidar com os recursos naturais no dia-a-dia, conforme os problemas e dúvidas acontecem.

Além disso, a Reconectta oferece ferramentas para que os gestores da escola possam medir o impacto ambiental da instituição e ir reduzindo esse impacto ao longo do tempo.

 Esse é o modelo de trabalho do pessoal da Reconectta.

Esse é o modelo de trabalho do pessoal da Reconectta.

Quem me ajuda?

A equipe é formada por profissionais técnicos que se apaixonarampor educação e foram atrás para descobrir métodos que ajudassem a cuidar recursos naturais, sim, mas também das pessoas!

Os sócios são o Douglas Giglioti, engenheiro químico, a Lívia Ribeiro, engenheira ambiental e o Edson Grandisoli, biólogo. Todos com uma formação incrível.

O site para você conhecer mais é:

http://www.reconectta.com